| Qual a importância do ensino fundamental II na vida do seu filho? |

Na passagem para o Ensino Fundamental II, a criança deverá DESENVOLVER habilidades de adaptação para que tudo corra bem em seus estudos.

Essas ADAPTAÇÕES não irão acontecer de forma brusca, mas sim dando condições para que a criança consiga VENCER as etapas que se seguem.

Nos primeiros dias de aula a criança notará que não terá somente um professor, mas sim um para cada disciplina. Anteriormente os professores “diferentes” ficavam apenas para as ATIVIDADES extraclasses, como Arte, Educação Física, Inglês e outras.

O contato com vários PROFESSORES faz com que o estudante se torne mais INDEPENDENTE pois deixa de receber informações de uma única pessoa.

Será importante manter a ORGANIZAÇÃO dos materiais, dos cadernos, pois misturar os mesmos poderá atrapalhar o desempenho, as tarefas de casa ou mesmo os estudos.

Por volta dos onze anos de idade, o estudante consegue FORMULAR hipóteses acerca dos fatos sociais, podendo fazer REFERÊNCIAS com as disciplinas que estuda em sala de aula, associando-as à REALIDADE. Portanto, é necessário manter-se em contato com SITUAÇÕES da atualidade para tomar CONHECIMENTO do que está acontecendo no MUNDO. Dessa forma, conseguirá perceber a IMPORTÂNCIA do seu conhecimento para o coletivo.

As AMIZADES vão se tornando mais sólidas, os adolescentes passam a conviver mais com os seus colegas, buscando REFERÊNCIAS para as coisas que gostam, fora do meio FAMILIAR.

Nossa Proposta Pedagógica baseia-se num currículo FLEXÍVEL e contextualizado que não direciona as aulas para culminarem com o acúmulo de conteúdos, mas sim para a AQUISIÇÃO da efetiva APRENDIZAGEM, visando, sobretudo, à constituição de pessoas mais aptas a assimilar mudanças, mais AUTÔNOMAS, que tenham compromisso com o sentido de HUMANIDADE, que respeitem as diferenças e tenham a liberdade de ensinar e compartilhar espontaneamente seus PENSAMENTOS e conhecimentos de forma crítica e CRIATIVA.

Alinhada à Proposta Pedagógica, a Sistemática de AVALIAÇÃO é feita de forma GLOBAL e formativa. Assim, a avaliação é um processo no qual o estudante percebe que, não somente através da avaliação escrita, mas também, através do desempenho, da participação e do COMPROMETIMENTO com os estudos, bem como através dos Projetos desenvolvidos, como o Projeto Integrador , dar-se-ão seus conceitos finais.

Coordenação Pedagógica