| Café Filosófico |


Para o Rosa, a educação precisa prover a base necessária para que os estudantes desenvolvam habilidades e comportamentos que serão úteis nas suas rotinas pessoais e profissionais, colaborando assim com o desenvolvimento da sua cidadania.


Foi-se o tempo em que o professor derramava seu conhecimento em aulas puramente expositivas para alunos cujo único papel era manterem-se como ouvintes passivos e livres de reflexões mais profundas. A pluralidade de material encontrado na internet, a quantidade exponencial de informações disponíveis sobre um mesmo assunto e, sobretudo, o modelo mental das novas gerações que exigem um papel protagonista em seu próprio desenvolvimento mostram que, cada vez mais, o papel do professor no processo de aprendizagem é ser um facilitador, estimulando os estudantes para que atinjam e, se possível, superem os objetivos propostos.

A proposta do Café Filosófico, como Metodologia Ativa, é possibilitar a reflexão, o debate e o questionamento, permitindo ao estudante posicionar-se sobre diferentes temas. Habilidades importantes que devem ser estimuladas nos estudantes a todo momento.
Aqui, o papel do professor é o de curador, agindo como um mediador cultural entre os estudantes, organizadores dos eventos, e os demais atores envolvidos em cada encontro, já que o Café Filosófico também propõe aos estudantes o trabalho em equipe e a realização de todo o evento, possibilitando a iniciativa, pró-atividade e a visão empreendedora.

A participação de profissionais, pensadores e outras personalidades da vida regional permite discussões riquíssimas que possibilitam a organização de ideias por parte do estudante e estimulam a pesquisa por novos referenciais, ampliando o conhecimento e, como consequência, o poder de reflexão e a capacidade de argumentação. Já no ensino fundamental esta Metodologia Ativa, relacionada à sala de aula invertida, ajuda na ordenação do pensamento e principalmente no desenvolvimento da linguagem oral.

Nos encontros, o conhecimento dos estudantes é valorizado e eles percebem o quanto suas experiências e conhecimentos prévios também são importantes para a construção do conhecimento do grupo, entendendo que um debate não é a imposição de ideias, mas sim a troca de posicionamentos e argumentos.

Como resultado, o Café Filosófico aproxima estudantes e professores ampliando suas visões de mundo e o conhecimento uns dos outros. Não é o professor quem “dá a aula”. A “aula’ passa a ser uma construção coletiva que resulta em conhecimento.
Para a nossa escola, esse é um processo importante na formação de crianças e adolescentes que favorece uma postura mais interativa e participativa.

 

 

Acompanhe abaixo as datas e temas dos Cafés Filosóficos agendados para 2º Semestre de 2019:


Ensino Fundamental II – Turma F92
Data: 07 de Outubro | Tema: “Juventude e Saúde Mental” | Professora Orientadora: Ana Clara Grossi


Ensino Médio+Técnico – Turma I40

Data: 04 de Outubro | Tema: Feminicídio | Professora Orientadora: Ana Clara Grossi


Ensino Fundamental II – Turma AP40

Data: 29 de Outubro | Tema: “O movimento Antivacina” | Professora Orientadora: Ana Clara Grossi